ilhadenotícias - #anuncie!
whatsapp

(18) 99132.5461

Qual a sua avaliação do Governo Otávio Gomes?

Ótimo - 6.5%
Bom - 11.5%
Regular - 15%
Ruim - 17.8%
Péssimo - 49.3%

Total de Votos: 400
The voting for this poll has ended ligado: 22 Jul 2018 - 00:00

Mirando volta, Edson Gomes acompanha visita de governador em Pereira

Douglas Cossi Fagundes
Da Redação

Edson Gomes e o governador Márcio França

 

Mirando uma possível volta ao comando de Ilha Solteira, o prefeito afastado Edson Gomes (PP) esteve nesta segunda-feira (14), em Pereira Barreto, acompanhando a visita do governador Márcio França (PSB).

Dividindo os holofotes com o filho, o prefeito interino Otávio Gomes (DEM), Edson Gomes foi, de longe, o político mais citado na cerimônia. Foi lembrado por deputados, como Carlão Pignatari (PSDB) e Itamar Borges (PMDB), e até pelo governador Márcio França.

Segundo apurou o ilhadenoticias.com, em conversa com o governador, Edson teria dito que voltará ao comando de Ilha Solteira “em breve”.

A defesa de Edson Gomes (PP) vem tentando no Superior Tribunal de Justiça, autorização para que ele assuma a Prefeitura de Ilha Solteira. Ele está impedido de assumir o comando do Município desde outubro, quando deixou a prisão.

Segundo apurou o ilhadenoticias.com, a defesa vem alegando que a instrução do processo (depoimentos, colhimento de provas, etc...) já foi encerrada, não havendo mais justificativa para que Edson Gomes não cumpra o mandato de prefeito de Ilha Solteira.


Histórico – Edson Gomes foi preso em 28 de março, quando se entregou à Polícia, depois de quase quatro meses foragido. Ele foi empossado prefeito de Ilha Solteira e, em seguida, transferido para o Centro de Ressocialização de Araçatuba. Em 10 de abril, a Câmara aprovou seu afastamento do cargo por seis meses. Desde então, a cidade vem sendo administrada por seu filho, o vice-prefeito Otávio Gomes (DEM).

Edson Gomes conseguiu dois habeas corpus contra dois pedidos de prisão feitos pelo Ministério Público. O primeiro, por possíveis irregularidades em licitações feitas no seu último Governo, principalmente para a realização de eventos (como a FAPIC de 2010), e de ter provocado prejuízo de até R$ 1,4 milhão para os cofres públicos (pelo mesmo motivo, estavam presos o ex-diretor de Cultura, Nilson Nantes, e o empresário Uesley Jânio Severo, que também conseguiram a liberdade nesta terça). O outro por supostas irregularidades na compra de equipamentos de proteção individual para a Prefeitura de Ilha Solteira, durante o seu último Governo.

Apesar de conseguir a liberdade, uma medida cautelar do STJ ainda impede que Edson Gomes assuma a Prefeitura de Ilha Solteira.

Deputado Carlão Pignatari, Edson Gomes, Otávio Gomes e deputado Fausto Pinatto


Receba notícias de Ilha Solteira pelo Whatsapp

Quer receber notícias no seu celular sem pagar nada? 1) adicione este número à agenda do seu telefone: 18 99132-5461; 2) envie uma mensagem para este número por WhatsApp, informando seu nome


O www.ilhadenoticias.com não autoriza a reprodução parcial ou integral deste texto

Os comentários postados neste texto são de inteira responsabilidade do seu autor, já que estão diretamente ligados a sua conta no facebook

Google+